22/10/2007
Delphos lança novo sistema para tarifação de automóvel

A Delphos lançou um novo produto para a tarifação de automóvel. O sistema foi apresentado ao mercado, recentemente, pelo presidente da Delphos, Eduardo Menezes, em palestra realizada na Associação Paulista dos Técnicos de Seguro – APTS. Segundo o executivo, o sistema pode ajudar a reduzir preço do seguro para veículos com menor exposição a risco, a partir de dados obtidos por rastreador, mensurando tipo de utilização, como quilometragem, velocidade, locais de estacionamento e percurso em áreas de risco.

Eduardo Menezes revelou que o produto surgiu a partir da solicitação de uma companhia, que opera apenas no ramo vida, mas que pretende atuar em ramos elementares no próximo ano. A proposta era que a Delphos desenvolvesse um produto que pudesse torná-la líder em um nicho de mercado no prazo de seis meses, que apresentasse sinistralidade inferior a 60% e que fosse capaz de formar uma carteira de 300 mil veículos em três anos.

O presidente explicou que o nicho de mercado definido foi o de “não segurados”. A baixa sinistralidade pretendida, foi de veículos com pouco uso, como é o caso do segundo auto, utilizado pelos motoristas para fugir do rodízio de veículos ou pessoas que usam transporte coletivo para ir trabalhar, deixando seu veículo na garagem praticamente toda a semana. Tais veículos, mesmo que não segurados são potencialmente seguráveis, desde que o preço do seguro seja justo.

Definido o foco, a Delphos ajustou com uma das três empresas de rastreamento com as quais possui parceria, que habilitasse o sistema para poder captar as informações de quilometragem rodada do veículo no mês anterior, velocidade, quantidade e tempo de paradas e distância percorrida a partir da base informada pelo segurado. Segundo ele, o objetivo era saber os riscos aos quais o carro esteve exposto nos locais em que trafegou; se a velocidade colocou o veículo em maior risco de colisão; e se parou muitas vezes em locais perigosos. Trabalhando essas informações no software de gestão integrada ACSEL/X, e mais os dados de uso do veículo na rua, captados pelo rastreador, a Delphos desenvolveu um novo perfil que, segundo Eduardo Menezes, permite calcular um preço mais justo para os veículos com baixa utilização

Fonte: Fenaseg

------------------------------------------------------------------------------------------------------
Sabe Seguros Administradora e Corretora. ©2008